central de atendimento
Central de atendimento

(53) 3225-9330
Horário de atendimento

Segunda à Sexta-feira

08:00 às 12:00 - 13:30 às 18:00  



Notícias

Soja recua mais de 5% na semana na CBOT com clima nos EUA e tensões comerciais com a China

Postada por: Notícias Agrícolas em 11/06/2018

"As cotações da soja registraram o maior declínio semanal em 10 meses, já que o clima favorável à safra norte-americana pesou sobre os preços", reportou a Reuters internacional.


Para os próximos dias, as previsões climáticas ainda indicam chuvas em muitas regiões do Meio-Oeste americano. No caso da soja, cerca de 75% das lavouras apresentavam boas ou excelentes condições até o início dessa semana, conforme reporte do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos).


Enquanto isso, os comerciantes de grãos continuam cautelosos em meio às crescentes tensões comerciais entre Estados Unidos e importantes compradores como China e também México. "Temos boas condições e uma previsão climática não ameaçadora, então tiramos muito do prêmio de clima. Isso foi agravado pela incerteza sobre o comércio", informou Ted Seifried, analista da Zaner Ag Hedge.


"Desde que continuamos a avançar com nossas tarifas, a China tem sido notavelmente ausente do mercado, especialmente em novas compras de soja", completa o especialista.


Ainda nesta quinta-feira, o USDA reportou as vendas semanais de soja da safra velha, na semana encerrada no dia 31 de maio, em 164,8 mil toneladas. Já da safra nova, o número ficou em 34,7 mil toneladas.


"A China, que costumava ser o maior comprador semanal, só foi mencionada uma vez no relatório, por cancelar um carregamento de 39,1 mil toneladas. As relações comerciais entre EUA e a nação asiática têm sido difíceis nos últimos meses, uma vez que os países ameaçaram tarifas sobre os produtos do outro", destacou o Agriculture.com.


Paralelamente, os participantes do mercado já se preparam para o próximo boletim de oferta e demanda do USDA, que será reportado na terça-feira (12). Os investidores seguem atentos aos estoques da safra velha e as projeções para a nova safra americana.


Mercado brasileiro


No mercado interno, a semana foi de ligeiras movimentações aos preços da soja. No Porto de Paranaguá, a saca futura, para entrega em março/19, a queda ficou em 5,68%, e fechou o dia a R$ 83,00. Já no Porto de Rio Grande, o valor disponível caiu 2,20% nesta sexta-feira, com a saca a R$ 84,60. A saca futura caiu 2,30% e fechou o dia a R$ 85,00.


Em Assis (SP), a queda ficou em 1,86%, com a saca a R$ 73,70. Na região de Ubiratã (PR), a perda foi de 1,99%, com a saca a R$ 74,00, já em Pato Branco (PR), a saca cedeu 1,96% e encerrou a sexta-feira a R$ 75,00.


Na contramão desse cenário, a saca subiu 1,32% e finalizou a sexta-feira a R$ 73,50 em Panambi (RS). Em Rio do Sul (SC), a alta foi de 1,29% com a saca a R$ 78,50.


Os analistas explicam que a semana foi marcada por poucos negócios no mercado brasileiro diante das incertezas ocasionadas pelo tabelamento do frete. O governo brasileiro publicou uma nova tabela nesta quinta-feira, com uma redução de 20% nos custos, porém, a medida foi revogada horas depois.


Com isso, a tabela reportada no dia 30 de maio voltou a ter validade. Nesta sexta-feira, representantes dos caminhoneiros e da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) se reuniram para debater o assunto. A expectativa é que uma nova tabela seja divulgada na próxima semana.


Dólar


Após atuação do Banco Central no mercado de câmbio, o dólar caiu 5,59% nesta sexta-feira e fechou o pregão a R$ 3,7065 na venda. A queda é a maior desde 13 de outubro de 2008, quando o câmbio recuou 7,74%.


"A atuação mais firme do Banco Central no mercado de câmbio e o lembrete do presidente da autoridade, Ilan Goldfajn, de que há outros instrumentos que pode usar para ampliar a liquidez surtiu efeito e o dólar despencou mais de 5,5 por cento nesta sexta-feira, voltando ao patamar de 3,70 reais, maior tombo em quase dez anos", informou a Reuters.



Mais noticias





ENDEREÇO
Rua: Sete de Setembro , 274 Sala 501

Fone/Fax: +55 (53) 3225-9330


Skype: cereagro.ltda

NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail em nossa newslatter e receba informações e seu e-mail.

Cancelar newsletter
Cereagro Com. Rep Ltda - Todos os direitos reservados - 2015